o projeto da tcr


Região Portuária Conectada:
a tecnologia em benefício
público

Toda a Região Portuária está sendo cabeada com rede 100% em fibra óptica, estendendo-se ao longo de 95,5 km de malha subterrânea de dutos. O novo meio compartilhado de telecomunicações segue um modelo de infraestrutura física e lógica, com tecnologia que permite alta capacidade de conexão e que se adapta às necessidades das operadoras, visando atender a demanda de ocupação dessa região, incluindo as comunidades da área.

Premissas Tecnológicas


Rede Segura


Arquitetura de backbone Ethernet e Metro Ethernet em anel (protocolo);

Redundância física e lógica dos equipamentos e enlaces;

Redundância de servidores em dois data centers;

Regime de O&M 24 horas por dia, 7 dias por semana;

Gerenciamento inteligente, com capacidade de identificar rapidamente a causa de falhas

Pontos de Presença e Interconexão


Teleporto

O Teleporto é um ponto tradicional utilizado por grande parte das operadoras: a TCR também está presente nesse local.

Portinho

O Portinho é o ponto de presença exclusivo da TCR, construído a apenas 300 metros do RB1. A TCR convida seus clientes para ali se instalarem sem cobrar por colocation.

Ncc

O Network Control Center (NCC) é o centro de controle de toda a rede da TCR. Esse local está equipado com softwares de última geração e conta com uma equipe especializada disponível 24 horas por dia.

Benefícios às operadoras



Oferta de serviços com alto nível de qualidade, sem qualquer investimento em infraestrutura no âmbito da área de atuação da TCR;


Potencial projetado de 60 mil novos clientes, no âmbito da área de atuação da TCR;


Disponibilidade de acesso de alta capacidade nas regiões de baixa renda;


Acesso único ao cliente, para prover múltiplos serviços;


Rede subterrânea, em anéis ópticos, propiciando alta disponibilidade;


Agressivo SLA de ativação de serviços;